O que é IOTA?

Antes, você precisa saber o que é uma criptomoeda:

O que é criptomoeda?

Sabendo o que é uma criptomoeda, continue:


O que é IOTA?

Além de uma criptomoeda, IOTA traz uma nova tecnologia de troca de informações que promete resolver vários problemas no dia-a-dia de pessoas e máquinas.


Como uma criptomoeda, IOTA tem o diferencial de ser a primeira criptomoeda descentralizada a não usar o Blockchain (sistema usado pela Bitcoin, Ethereum etc), ao invés disso, é utilizado um sistema DAG chamado de "Tangle" na qual traz vantagens, como:

Sem taxas

Você pode enviar / receber qualquer quantia de dinheiro sem pagar nem 1 centavo a mais, assim sendo possível micro e nano-transações. De fato, é possível enviar quantias como 0,000001 centavo, ou, até mesmo, 0.

Escalabilidade infinita

Diferente de criptomoedas como Bitcoin onde quanto mais pessoas usando mais a rede fica congestionada, a IOTA é o inverso: quanto mais pessoas e máquinas usam, mais veloz ela fica (gráfico). Isso devido a utilizar um sistema totalmente novo:

Não há mineração

Sem mais computadores espalhados pelo mundo (os "mineradores") processando as transações.
Na Tangle não existe mineração, assim cada transação é processada pelos próprios utilizadores — é aí que vem "quanto mais pessoas utilizando, mais rápida será". Deste modo não é mais necessário taxas, além de proporcionar economia de energia e recursos.
De fato, as taxas da Blockchain existem e sempre existirão pois é assim que os mineradores são pagos pelo serviço e que o spam é evitado — um contraste com a Tangle, onde em vários casos o spam / flood ajuda na rede.
Na Tangle, quando você vai por exemplo realizar um pagamento, o seu computador / celular irá antes processar duas transações ainda não confirmadas para só assim a sua ser também processada por outras.

Verdadeira descentralização

Enquanto no Blockchain existe milhares de computadores espalhados pelo mundo processando as transações, IOTA consiste nos próprios utilizadores processarem, portanto, o futuro promete bilhões de dispositivos fazendo o processamento no mundo todo — e até mesmo fora do mundo.
Isso causa uma segurança gigante à rede comparada com a Blockchain que há centros de mineração gigantescos que podem comprometer a rede em caso de algum problema nestes tais centros.
Inclusive, IOTA é considerado um passo além da descentralização: ela não é descentralizada, mas distribuída!

Não é necessário internet

Está sem internet? Com a Tangle é também possível fazer transações utilizando Bluetooth, Radio, conexão GPS, 5G, TCP, FTP, HTTP, ou até mesmo pombos-correio com repetidor WLAN.

Facilidade de integração em dispositivos

O foco principal da tecnologia são dispositivos conectados uns aos outros, e para isso a IOTA proporciona uma estrutura leve e modular que possibilita qualquer dispositivo usar a tecnologia — desde seu carro até sua caneta.

Sem hard forks

A tecnologia Tangle tem uma estrutura que nunca precisará passar por "hard forks" (como acontece com Bitcoin, Ethereum etc e causou muita confusão por necessitar separar em diferentes criptomoedas). Em vez disso, a IOTA melhora a sua tecnologia continuando sendo a mesma criptomoeda de sempre, sem necessidade de criar "clones".

Resistência a computação quântica

Computadores quânticos já estão se tornando realidade, e diferente de todas as criptomoedas da Blockchain, IOTA é segura contra tais computadores.
Nota: A cada dia que passa aparece mais criptomoedas com a tal resistência, mas Bitcoin, Ethereum etc continuam sem.

Carteira sem necessidade de backup

Diferente das outras criptomoedas, a IOTA utiliza uma wallet (carteira) que funciona com uma "seed", que é um código como se fosse o seu usuário + senha. Ou seja, diferente do Bitcoin que você podia perder todo o seu dinheiro caso perdesse o seu PC e/ou celular, com IOTA você pode utilizar sua carteira em qualquer dispositivo, basta usar (e cuidar bem) da sua seed. A seed é a chave para a sua carteira.

Um novo modo de troca de informações

Como já dito antes, IOTA não é só uma criptomoeda, mas sim uma nova tecnologia de troca de informações. De fato, este é o foco do projeto IOTA desde o seu início.

IOTA, além do Peer-to-Peer - P2P (Par-a-Par / Ponto-a-Ponto), ela também possibilita a comunicação Machine-to-Machine - M2M (Máquina-a-Máquina), assim sendo útil para Business-to-Business - B2B (Empresa-a-Empresa) — entre várias outras que você queira imaginar.

Este novo modo de troca de informações sem custos adicionais (nem taxas) é o que várias empresas (e pessoas) buscam. Inclusive abre novas possibilidades de negócios e utilidades diversas que citarei abaixo.


Internet of Things

Como já foi levemente introduzido acima, o sistema Tangle abre um leque de novas possibilidades no mundo.

IOTA tem foco na Internet of Things - IoT (Internet das Coisas), que é uma área que visa um mundo onde os dispositivos são conectados uns aos outros.

Como todos sabem (mesmo que você nunca tenha visto este termo antes), esta visão do mundo está crescendo cada vez mais a cada ano que passa, e com este crescimento, vem surgindo novos problemas, assim criando uma demanda de novas soluções.

IOTA (mais especificamente, a sua tecnologia, Tangle) é leve, pode ser implementada em qualquer dispositivo e proporciona um novo modo de troca de informações, sem custo, o que possibilita a troca de informações entre máquinas e nano-transações — até ontem enviar quantias minúsculas de dinheiro entre máquinas ou pessoas eram inviáveis, pois sempre havia uma taxa a ser paga.

Como os desenvolvedores gostam de repetir, IOTA promete ser a "espinha dorsal" para a IoT.

Exemplos de uso

  • O seu carro tem uma carteira IOTA embutida e paga automaticamente o auto-posto durante o abastecimento;
  • Você estaciona seu carro e ele paga automaticamente o sensor de estacionamento a cada minuto estacionado;
  • Aluguel de carro que debita diretamente com o tempo ou quilômetro rodado;
  • Streaming debitando em sua Smart TV a cada minuto assistido;
  • Sua geladeira detecta a falta de algum produto e contata o mercado mais próximo, assim realizando o pagamento e a solicitação de entrega em sua casa;
  • Sistema de pedágio autônomo que paga automaticamente da carteira do seu carro ao dirigir por alguma rodovia;
  • Carros podem pagar uns aos outros para ter prioridade de tráfego;
  • Caminhões podem economizar combustível viajando em platoons, mas para ter justa distribuição dos benefícios, os caminhões podem pagar por cada segundo que ficam no platoon;
  • Visitante de um site pagar uma fração de centavos por visita para não ter anúncios. [pronto!]
  • Eleição onde a pessoa faz o voto e a informação é processada pela Tangle, assim sendo impossível causar fraudes eleitorais (por ser totalmente descentralizada/distribuída);
  • Carros com identidade que armazenam na rede informações como kms rodados etc. (Volkswagen fez parceria com IOTA para produzir isso no CarPass).
  • etc, etc, etc...
O futuro com IOTA / Tangle promete várias coisas interessantes. Já parou para pensar que, enquanto você está comprando um chiclete com iotas, astronautas estão no espaço enviando mensagens para a Terra utilizando Tangle? E se ao fizer o pagamento o seu celular processar a mensagem do astronauta, e coincidentemente o seu pagamento também ser processado lá do espaço? Esta é a Internet of Things, e uma verdadeira descentralização, com dispositivos separados confirmando transações no mundo todo, ou até fora dele, e sem custo adicional.

Um dos focos também é a transferência segura de dados — imune a problemas de rede que podem ocasionar por exemplo alguma mudança de valores ou impossibilidade da informação chegar etc. A solução vem do fato de que as transferências (não só na Tangle mas também na Blockchain) são processadas com "confirmações", assim caso ocorrer alguma coisa de errada nos dados em algum dispositivo, outros dispositivos na rede perceberão isso e não deixarão passar.

Enquanto nos dias atuais estamos utilizando internet (onde, no caso, fazemos trocas de informação com servidores), no mundo onde Tangle governa seria troca de informações diretamente entre pessoas e/ou máquinas, e sem nenhum custo adicional.

Sim, estamos falando de uma coisa que pode substituir a internet (em partes, é óbvio).

Se você ainda não conseguiu pegar a ideia, você pode facilmente enviar e receber mensagens (o que lembra um SMS moderno e gratuito), e inclusive é possível utilizar Tangle para por exemplo criar um sistema de chat (troca de mensagens) (e já foi feito), e de fato, é isso que máquinas poderão fazer no futuro — conversar entre si.

Assim como isso cria máquinas independentemente econômicas, isto é, máquinas que compram e vendem entre si.

Imagine um caminhão autônomo que transporta carga de um estado ao outro. Durante a viagem ele precisa fazer uma parada num auto-posto. Ele abastecerá e pagará o valor exato que recebeu de combustível, e voltará para a sua viagem. Ao chegar no destino, ele enviará todas as informações necessárias sobre a carga e sua conclusão da viagem. O mesmo caminhão receberá o pagamento pelo serviço e voltará para outra viagem. E se precisar abastecer de novo? Basta usar o dinheiro que ele ganhou da última viagem.
Isso sim é um veículo verdadeiramente autônomo. Isso é IoT.

Um dos melhores vídeos que explicam IOTA:

(inglês)

E não deixe de assistir o vídeo abaixo, que é um tipo de reportagem que passou na TV na Alemanha, onde diz sobre o futuro da IoT e como IOTA resolverá os problemas.
Dominik, co-fundador da IOTA também dá suas palavras no vídeo.

(legendas em português pelo Bruno Amancio Dos Santos do grupo IOTA Brasil)



Conclusões finais

IOTA é uma tecnologia focada em solucionar problemas futuros no campo da Internet of Things (IoT) (em português, Internet das Coisas).

A promessa é um novo sistema de troca de informações totalmente descentralizado e sem nenhum custo, o que inclui um novo tipo de dinheiro virtual (criptomoeda) que poderá ser também o dinheiro que usaremos no futuro.

O projeto começou a ser desenvolvido em 2015, mas só começou a ser divulgado realmente em Junho de 2017 (ou seja, bem recente com a data deste post). É um projeto que ainda está em fase beta com pequenos problemas sendo resolvidos com o tempo e começando a ser reconhecido.

No seu lançamento na Bitfinex, IOTA bateu o recorde dando um salto direto para o Top 10 das criptomoedas.

Em Dezembro de 2017, em menos de 1 semana IOTA pulou de 8ª para a 4ª colocação, sendo considerada a 4ª maior criptomoeda do mundo atrás somente de Bitcoin, Ethereum e Bitcoin Cash. Isso aconteceu após divulgação de grandes parcerias como Microsoft, e as parcerias continuam rolando.

Diferente das outras criptomoedas que quase todas são só criadas para os desenvolvedores lucrarem, a IOTA é diferente:

IOTA Foundation é uma organização sem fins lucrativos, assim como os próprios desenvolvedores não guardaram nenhum token por terem criado o IOTA. Sim, se eles quisessem investir no que eles mesmos criaram, teriam que usar o próprio dinheiro do bolso. — mas sim, eles fizeram o ICO.

E é notável a decisão, os desenvolvedores criticam o mundo das criptomoedas.
A IOTA é uma moeda que deve ser a espinha dorsal de todo o futuro acordo entre máquina (e humanos).
Nós sempre fomos muito claros que não apreciamos a especulação excessiva que está acontecendo no mundo da criptomoeda (até mesmo Paris Hilton agora "endossando" os projetos). Sempre quisemos desacoplar-nos deste espaço e continuaremos a fazê-lo com alguns dos próximos anúncios que planejamos.
Como você pode ter percebido - eu praticamente deixei de comparecer às conferências Blockchain porque elas são uma perda de tempo. Eu estou dando um keynote na Autonomia, falando na IAA (maior conferência de mobilidade), então eu estarei em Chicago em outubro para falar na maior conferência da IoT etc. — Fonte
Eles não se importam se 1 MIOTA hoje vale 1 dólar ou 100 dólares, eles só estão desenvolvendo uma tecnologia para resolver os problemas do mundo (o valor dela será refletido nisso). E eu tiro o chapéu para isso!
Praticamente todos as exchanges têm manifestado o seu interesse em listar a IOTA desde o início e estão esperando por nós para fornecer uma API de exchange, mas ao contrário de alguns outros projetos nós não estamos preocupados com nada disso, a IOTA é para casos de usos reais, o valor da IOTA será refletido nisso, mas não é uma prioridade. Nós escolhemos adiar a listagem em novas exchanges a fim de amarrar as pontas soltas no período de "lançamento suave" para evitar toneladas de confusão que inevitavelmente surgem com milhares de novas pessoas entrando para aprender uma nova tecnologia. — Fonte
Isso é um pouco frustrante para investidores de curto prazo, mas para os investidores de longo prazo (como eu) só demonstra mais ainda que IOTA é um projeto sério e que veio para ficar.

Os desenvolvedores não são hackers anônimos desconhecidos, mas uma equipe de elite e totalmente transparente.

Eles mostram seus rostos; seus facebooks; fazem hangouts; têm a maior comunidade do mundo no Slack onde tiram dúvidas técnicas das pessoas de forma super transparente (com pouco de sorte você pode conversar com eles lá, tirar dúvidas...); viajam o mundo participando de diversos eventos sobre IoT etc.

Alguns eventos... (Outubro de 2017 para trás)



Eles estão contratando somente pessoas de elite. Um time de peso!
CEO de bancos, especialistas em tecnologia, matemáticos com PhD etc etc... Um verdadeiro "Real Madrid" das criptomoedas.
Não é exagero, entre no Blog da IOTA e procure pelos anúncios de novos membros da equipe, leia o perfil deles, é um absurdo, é desde matemáticos renomados à ex-desenvolvedor de tecnologia da BMW.

A equipe por trás da IOTA também está envolvida no primeiro processador de usos gerais que trabalha com lógica ternária, ou seja, ao invés de trabalhar com "0" e "1" (true/false, on/off etc como você já deve ter ouvido falar) ele trabalha com "+1", "0" e "-1"! Ou seja, ao invés de "bits" e "bytes", trabalha com "trits" e "trytes". Se você é um usuário avançado, leia isso.
IOTA é totalmente compatível com este processador, e este poderá ser o novo tipo de processador do futuro, que trabalha de maneira mais rápida e eficaz do que os processadores de lógica binária.
O processador, chamado de "JINN", já está sendo atualmente usado para ajudar no crescimento inicial da rede IOTA. O tal processador não tem custos adicionais e problemas de implementação, portanto não é sonho imaginar que ele estará em nossas casas logo-logo.

IOTA passa muito longe de uma "shitcoin", de fato, IOTA é até incomparável com qualquer outra criptomoeda, principalmente por não ser somente uma criptomoeda mas sim uma tecnologia revolucionária. Chamar IOTA de criptomoeda pode até ser considerado ofensa vendo como o mundo da criptomoeda é, onde existe até JesusCoin, Coinye, e sem contar o clássico sucesso da DogeCoin, onde um meme se transformou em moeda.

IOTA Foundation foi fundada na Alemanha por Dominik SchienerDavid Sønstebø, Sergey Ivancheglo, e até mesmo um matemático brasileiro ex-professor da UNICAMP: Serguei Popov.



Estou interessado na IOTA, o que faço?

Se você pensa em fazer como eu e investir na tecnologia, primeiramente se segure e estude mais a fundo para tirar suas próprias conclusões e só use dinheiro que você não sentirá falta.

É errado você só ler este único post (que traz informações superficiais) e já tirar as conclusões a ponto de tirar seu dinheiro do bolso.

Devido ao IotaBrasil.net não ser focado em trazer notícias e explicações técnicas e profundas, eu recomendo altamente que você siga também os seguintes sites (e outros):
Assim como, obviamente, o site oficial do IOTA. Clique nos links lá para ir em outros sites oficiais para ter mais informações profundas e técnicas.

Há outro ótimo resumo (em outras palavras e com outros detalhes) no IOTA Support (inglês).

Veja também esta postagem de apresentação oficial da IOTA (inglês). Lá é explicado de modo mais profundo (mas ainda resumido) os seus pontos, objetivos, como funciona etc.

Recomendo altamente também o grupo IOTA Brasil no Facebook (note que este grupo não tem nenhuma relação com IotaBrasil.net; eu só era moderador lá). Lá você pode tirar dúvidas, ver mais notícias, opiniões ou até mesmo compre / venda IOTAs lá. Antes de publicar qualquer coisa lá, leia os links do post fixo.

Há várias entrevistas interessantes com os co-fundadores da IOTA.

Se você é um usuário avançado, pode querer ler o Whitepaper.
Também, se você é um usuário avançado, leia o artigo "The Tech Behind IOTA Explained" que explica como a IOTA funciona de maneira técnica.

Até o momento (2017) praticamente não existe locais onde você possa utilizar IOTA como moeda, mas acreditamos que no futuro terá, e se for o que promete, você comprará pão usando IOTA.

Para começar a "investir", simplesmente compre IOTAs da forma que você desejar. Se você acredita na tecnologia, então HODL! Ou seja, guarde esperando que no futuro o valor aumente, se tudo der certo, no futuro você terá um belo lucro! Mas tome cuidado caso investimento seja novo para você.

Veja:
Como comprar IOTA (MIOTA)?

Como todas as moedas, IOTA também tem contagens próprias e valores que variam com o tempo.


À grosso modo é como se "miota" fosse "real"/"dólar" e "iota" fosse "centavo"/"cent" — no entanto, 1 Mi (miota) = 1 milhão de I (iota). Sim, 1 IOTA é um valor super pequeno, vale uma pequena fração de centavo.
A medida geralmente falada é "miota" (Mi), ou seja, mesmo que alguém fale "1 iota" para você, provavelmente ele quis dizer "1 miota" (por favor fale corretamente pois causa confusão em pessoas iniciantes)

No momento (Setembro de 2017) 1 MIOTA está valendo menos de 1 dólar (em torno de 2 reais), quanto valerá no futuro? 10 dólares? 100 dólares? Veja:

Posso ficar rico com IOTA?

E não se esqueça de continuar acompanhando tira-dúvidas, desmitificações, especulações etc aqui no site!



Próximo
« Próximo
Anterior
Anterior »